Email Caatinga via RSS Caatinga no Twitter Caatinga no Facebook

caatinga-ong-cabras

2/05/2012

Após ato, Polo Sindical do Araripe entregará carta nas mãos do Governador

publicado por

No documento estão as proposições dos/as agricultores/as para convivência com a estiagem

O ato reuniu mais de 1000 pessoas - Foto: Elka Macedo

 

Depois de realizado o ato público no município de Ouricuri (PE), pela efetivação de ações para enfrentamento da estiagem que assola a região, o Polo Sindical do Araripe juntamente com os Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural, Sindicatos e Caatinga devem entregar na próxima semana a carta de reivindicações diretamente ao governador do estado, Eduardo Campos. A previsão é de que o chefe de estado esteja em Araripina na próxima quinta-feira, 10.

No documento estão sendo solicitadas: a antecipação do pagamento do garantia safra para primeira quinzena de maio em função das necessidades vividas pela população; Universalização da construção de cisternas de placas de 16 mil litros e de 52 mil litros em todos os municípios do semiárido pernambucano; Ampliação da bolsa estiagem de R$ 400,00 para R$ 680,00 a partir da contrapartida do governo do estado de R$ 280,00 equiparando ao valor do garantia safra.

O ato

Com mais de 1000 pessoas nas principais ruas de Ouricuri, o movimento dos/as trabalhadores/as por ações emergenciais de enfrentamento à seca mobilizou todo o município. Nas faixas, cartazes e falas os manifestantes pediam a colaboração do governo e instituições bancárias para o apoio aos agricultores familiares neste período crítico.

Na ocasião, houve paradas estratégicas na Compesa, IPA, Banco do Brasil, IBGE, Banco do Nordeste e Prefeitura Municipal. Em cada um dos locais foi entregue a carta com as reivindicações para representantes legais das instituições, que se comprometeram em ler e estudar formas de cumprir com o que foi solicitado.

Para o Coordenador de Desenvolvimento Regional e Políticas Públicas do Caatinga, Márcio Moura, “esse primeiro evento foi no sentido de pautar junto aos principais órgãos o que está se precisando para amenizar os efeitos da seca na nossa região, mas também vai ser entregue esse documento ao governo estadual para que percebam  a situação em que as famílias sertanejas do Araripe se encontram pelo efeito da estiagem”, salienta.

 

*Texto – Colaboração: Márcio Moura