Email Caatinga via RSS Caatinga no Twitter Caatinga no Facebook

caatinga-ong-cisternas

23/12/2011

Caatinga celebra 23 anos de atuação no Sertão do Araripe

publicado por

23 anos semeando vida no semiarido

“Construir uma proposta de intervenção de educação e desenvolvimento agroecológico que possa servir de referencial para as políticas públicas voltadas para a agricultura familiar da região semiárida brasileira”. É com essa missão, que o Caatinga (Centro de Assessoria e Apoio aos Trabalhadores e Instituições Não Governamentais Alternativas) vem executando, ao longo dos 23 anos de atuação, ações visam proporcionar a melhoria na qualidade de vida das famílias agricultoras do sertão do Araripe pernambucano.

Com sede no município de Ouricuri-PE, a instituição atua hoje em 13 municípios no Sertão do Araripe e Sertão Central, onde realiza trabalhos no âmbito da assessoria técnica e extensão rural, bem como, na construção de tecnologias de convivência com o semiárido, como por exemplo, as cisternas de placas que apoiadas pela Articulação do Semi-Árido brasileiro (ASA) e o Governo do Estado no âmbito do ProRural já beneficiaram 10.225 famílias na região.

Dentre as conquistas do Caatinga ao longo destes anos de atuação, destacam-se o apoio no fortalecimento da agricultura familiar em base agroecológica e no acesso a mercados alternativos como feiras agroecológicas, e institucionais como o PAA (Programa de Aquisição de Alimentos) e PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar) para escoamento dos produtos.  A assessoria permanente das famílias através do projeto Dom Helder Câmara (PDHC), e o fortalecimento de políticas públicas para convivência digna e sustentável com o semiárido.

“Em 2011, conseguimos dar passos firmes e concretos juntos com as famílias e parceiros. Ampliamos e reforçamos nossa participação em espaços importantes de construção e definições políticas. Reforçamos laços de parcerias com instituições mais próximas. Mesmo sendo pouco para onde queremos chegar, essas ações nos mostra, de forma cada vez mais clara, o caminho e a certeza de que junto vamos conseguir chegar lá”, avalia o Coordenador Geral do Caatinga, Paulo Pedro de Carvalho.

Atualmente, a instituição participa ativamente de importantes redes e articulações sociais, a exemplo da Articulação no Semiárido Brasileiro – ASA, da Articulação Nacional de Agroecologia – ANA, da Rede de Entidades de Assitência e Extenção Rural do Nordeste – Rede ATER-NE e vários outros espaços de definições de políticas públicas em nível local, estadual e nacional.

Histórico

Antes de se tornar, instituição autônoma em 02 de Dezembro de 1988, o CAATINGA funcionava como Centro de Tecnologias Alternativas de Ouricuri (CTA-O) numa ação ligada ao Projeto Tecnologias Alternativas da FASE (Rede PTA). Em 2006, o Centro foi reconhecido como instituição de Assistência Social pelo CNAS (Conselho Nacional de Assistência Social).