Email Caatinga via RSS Caatinga no Twitter Caatinga no Facebook

caatinga-ong-cabras

13/03/2013

Comitiva do Araripe participa de reunião com assessor especial do Ministério do Desenvolvimento Agrário

publicado por

Para contribuir com a elaboração do Plano Nacional de Convivência com o Semiárido que está sendo elaborado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) por meio da Assessoria Especial de Políticas para o Semiárido, membros de diversas entidades do Araripe pernambucano saíram em comitiva para participarem de reunião no escritório do Incra em Petrolina-PE, no último dia 02 deste mês.

O encontro que contou com a presença do Assessor Especial de Políticas para o Semiárido, Jerônimo Souza, reuniu uma média de 50 pessoas vindas dos Territórios Sertão do Araripe, Pajeú, Sertão Central, Médio São Francisco e Submédio São Francisco, entre elas, o Coordenador de Desenvolvimento Regional e Políticas Públicas do Caatinga, Márcio Moura, a Articuladora Territorial, Ianda Novais, O Secretário de Produção Rural, Recursos Hídricos e Meio Ambiente de Ouricuri, Paulo Pedro e a Coordenadora da Ong Chapada e do Fórum Territorial do Araripe, Valéria Landim.

Na ocasião, os participantes puderam tirar duvidas sobre programas e políticas do Ministério do Desenvolvimento Agrário, bem como contribuir com a defesa de propostas da sociedade civil para a convivência com o Semiárido. Além disso, foi cobrado pelos presentes, agilidade no processo de implantação das ações já iniciadas, mas ainda tímidas de enfrentamento a estiagem como a distribuição do milho da Conab, disponibilização de carros pipa, escavação e instalação de poços, desburocratização do crédito e acesso a terra.

Segundo o Coordenador de Desenvolvimento Regional e Políticas Públicas do Caatinga, Márcio Moura na reunião foi pautado também a urgência de ações estruturantes. “Foi explicitada as ações de enfretamento a estiagem, como a estruturação dos sistemas hídricos das famílias agricultoras, através das ações da ASA – Articulação do Semiárido Brasileiro, como a construção de cisternas de 16.000 e 52.000 litros, as barragens subterrâneas, barreiros lonados, barraginhas, em contraponto as grandes obras do hidroagronegócio como a transposição do Rio São Francisco e o Canal do Sertão”, enfatizou.

Para o Secretário de Produção Rural, Recursos Hídricos e Meio Ambiente de Ouricuri, Paulo Pedro “tiveram dois grandes aspectos importantes nesta reunião: tirar dúvidas sobre o procedimento para acelerar as ações de convivência com a estiagem e outro no sentido de propor ações estruturantes para a convivência com o semiárido que tem haver com estoques de água e alimentos, estradas a fim de preparar as famílias para as próximas secas”, revelou.