Email Caatinga via RSS Caatinga no Twitter Caatinga no Facebook

caatinga-ong-mudas

22/05/2012

Declaração da Caatinga será apresentada na Rio + 20

publicado por

Documento foi elaborado durante a Conferência Regional de Desenvolvimento Sustentável do Bioma Caatinga

 

Após dois dias de debate, realizados nos dias 17 e 18 de maio em Fortaleza (CE), representantes de mais de 300 organizações governamentais e não governamentais, discutiram e aprovaram a Declaração do Semiárido, durante a 1ª Conferência Regional de Desenvolvimento Sustentável do Bioma Caatinga.

O documento apresenta uma série de compromissos e algumas reivindicações importantes, como a inclusão do bioma Caatinga como patrimônio nacional e a aprovação no Congresso Nacional da Política Nacional de Combate e Prevenção à Desertificação e Mitigação dos Efeitos da Seca. A Declaração será apresentada nos eventos paralelos da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável – Rio+20 que acontecerá em junho deste ano no Rio de Janeiro.

O Coordenador Geral do Caatinga, Paulo Pedro de Carvalho participou do evento e levou como uma das principais bandeiras a universalização do acesso à água. “Este foi um momento importante e oportuno para mostrar que nossa luta, enquanto sociedade civil organizada, por políticas estruturantes de convivência com o semiárido, está no caminho certo, especialmente neste momento em que a região vive mais um período de seca severa”, destaca.

Entre as ações pontuadas no documento estão ainda, o incentivo à implantação de sistemas agroflorestais como alternativa sustentável de produção, priorização da agricultura familiar sustentável e fomento a linhas de crédito oficiais para atividades sustentáveis na caatinga. “Nesta época de estiagem podemos ver que diversas famílias que estão vivendo de forma agroecológica, estão em condições bem mais tranquilas, do que as que ainda não tiveram acesso ou não aderiram a este jeito de viver aliando-se às condições da região”, justifica Paulo Pedro.