Email Caatinga via RSS Caatinga no Twitter Caatinga no Facebook

caatinga-ong-mudas

27/03/2013

Inauguração de cisternas de placa leva esperança ao Sertão do Araripe

publicado por

Por Améle Dornellas – Assessora de Comunicação da Ong Chapada

Cerca de 150 pessoas acompanharam o evento de inauguração de 315 cisternas de placa, na comunidade da Serra da Baixa II, no município de Ipubi, na última sexta-feira, 22. A ação integra o Programa Cisternas, uma iniciativa do governo do estado através do ProRural em parceria à Articulação no Semiárido Pernambucano (ASA/PE). Sua meta é construir 21 mil cisternas de 16 mil litros em Pernambuco, beneficiando aproximadamente 110 mil pessoas. A ONG Chapada é parceira do projeto e executora na região, contribuindo para o acesso à água no Semiárido.

Estiveram presentes a coordenadora geral e o coordenador técnico da ONG Chapada, Valéria Landim e Alexandre Pereira, presidentes de associações de agricultores, o coordenador do conselho de desenvolvimento rural da Ipubi, João Batista, representantes do ProRural e o diretor de sustentabilidade e Assentamentos da Secretaria Executiva de Agricultura Familiar (SEAF) e secretario executivo do comitê integrado de enfrentamento à estiagem, Reginaldo Alves. Famílias agricultoras também compareceram e mostraram entusiasmo com a iniciativa.

“Essa é uma ação que leva às famílias agricultoras a garantia de poderem armazenar água de qualidade para beber. Alinhadas às capacitações para a convivência com o Semiárido, esse processo contribui para a efetivação da cidadania no meio rural e a melhoria da qualidade de vida”, comenta Alexandre Pereira. Em um período de três meses, todas as cisternas foram levantadas traduzindo o trabalho em esperança para agricultores e agricultoras que agora poderão ter água na porta de suas casas.

O Programa Cisternas acontece com o apoio de convênio firmado junto ao Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) do governo federal. A inauguração das 315 cisternas traduz o objetivo de universalizar o acesso à água no país e mostra que ele vem ganhando forma no Sertão do Araripe pernambucano. A parceria entre a sociedade civil, os poderes públicos locais, estaduais e federal aponta para um futuro onde toda família agricultora verá suas esperanças transformadas em realidade.