Email Caatinga via RSS Caatinga no Twitter Caatinga no Facebook

caatinga-ong-frutas

4/07/2012

Lançamento do Projeto Cidadania Ambiental reuniu dezenas de organizações em Ouricuri

publicado por

Mais de 100 pessoas participaram do evento no auditório Chico Macena da ONG Caatinga

 

Paulo Pedro de Carvalho, Coordenador geral do Caatinga na apresentação do projeto Foto: Cristina Lima

 

Reduzir a pobreza no meio rural, promovendo o acesso a direitos e ao desenvolvimento sustentável dos povos no Semiárido. É com esse objetivo que o Projeto Cidadania Ambiental: O direito a meios de vida sustentáveis no semiárido brasileiro atuará em 52 comunidades nos territórios dos sertões do Araripe e Pajeú em Pernambuco.

Deste modo, as ONGs Caatinga e o Centro Sabiá apresentaram na última segunda-feira (02) o Projeto à população, parceiros, organizações da sociedade civil e governo, lembrando a importância do acesso aos direitos básicos como água, terra, moradia, saúde, educação e saneamento. A iniciativa tem co-finaciamento da União Europeia que tem apostado na promoção dos direitos para garantia da qualidade de vida no meio rural.

Na mesa formada por representantes das duas ONGs, Fetape, PDHC, SEAF, APA Chapada do Araripe, CMDRS-O, Prefeitura Municipal de Ouricuri e Consórcios de Associações, foi pautada a urgência de as famílias agricultoras se empoderarem de seus direitos e participarem mais ativamente da construção e implementação de políticas públicas voltadas para o meio rural.

Após as falas da mesa, os presentes puderam intervir e colocar suas impressões sobre a iniciativa, bem como pautar algumas necessidades básicas. Com isso, aproveitando a presença do Secretário Executivo do Comitê Integrado de enfrentamento à estiagem (operação seca), Reginaldo Alves, os/as agricultores/as puderam tirar dúvidas sobre o garantia safra, bolsa estiagem e carros-pipa.

O evento contou ainda, com a participação de representantes do MPA, Sindsep, Copagro, Ecosol, ICMBio (Instituto Chico Mendes de conservação e biodiversidade), Chapada, Fórum de Mulheres do Araripe, ProRural –Petrolina, Sebrae, PJMP, Grupo de Mulheres Jurema, Câmara de Vereadores de Granito, Consórcios de Associações das comunidades Julião, Vidéu, 1º Consórcio de Ouricuri, Lopes, Agrovila, Bodes, Pradicó, Jatobá, Santa Rita e Consórcio de Parnamirim, além dos técnicos do Caatinga e Plano Brasil sem Miséria.