Email Caatinga via RSS Caatinga no Twitter Caatinga no Facebook

caatinga-ong-cabras

27/08/2013

Sertão do São Francisco se prepara para receber o Encontro Estadual da ASA Pernambuco

publicado por

Encontro promete avançar no debate das políticas públicas considerando a Lei Estadual de convivência com o Semiárido pernambucano

Por Mariana Landim – Assessora de Comunicação da ASA-PE

 marca_encontro estadual

Entre os dias 28 e 30 de agosto, no Hotel Grande Rio, na cidade de Petrolina, será realizado o Encontro Estadual da Articulação no Semiárido Pernambucano (ASA-PE). Com o tema “ASA-PE discutindo políticas públicas rumo à construção de um Semiárido digno e sustentável”, o encontro pretende refletir sobre a conjuntura atual do Semiárido brasileiro, a partir das experiências agroecológicas de agricultores/as visando à construção de políticas públicas.

De acordo com a coordenadora executiva da ASA-PE, Neilda Pereira, a ideia é aproveitar o contexto favorável de aprovação da Lei Estadual para discutir propostas e ações de convivência. “Estamos vivendo um momento importante na ASA, uma oportunidade de ampliar o debate sobre a Política Estadual de Convivência com o Semiárido pernambucano, olhando inclusive para a realização das conferências regionais e estaduais. Além disso, estaremos discutindo coletivamente os eixos do Plano de convivência da ASA-PE, a partir das experiências que serão apresentadas pelos agricultores e agricultoras”, explica.

O encontro contará com a presença de representantes das organizações que integram a ASA-PE, de comissões municipais da ASA, do Governo do Estado, além de autoridades locais e agricultores e agricultoras das regiões do Agreste e Sertão. O credenciamento das delegações começa na quarta-feira (28), mas é na quinta-feira que a programação segue intensa com os participantes.

Na parte da manhã (29), haverá painel e debate sobre a conjuntura atual do Semiárido brasileiro, e no período da tarde, o público poderá participar de um carrossel de experiências e debater sobre o Plano de Convivência com o Semiárido da ASA-PE. Na ocasião, os participantes poderão conhecer experiências de Soberania e Segurança Alimentar; Auto-organização das Mulheres; Acesso a Mercados e Economia Popular Solidária; Política de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER); Educação Contextualizada e Combate à Desertificação e Mudanças Climáticas.

Ainda na quinta-feira, será feita uma discussão sobre a Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (PNAPO), com foco na segurança alimentar e nutricional. “Toda discussão do encontro está fundamentada no contexto vivenciado pela ASA-PE e pelos agricultores/as do Semiárido pernambucano. Nesse sentido, avalio que os momentos pensados irão fortalecer as ações atuais da rede, favorecendo um olhar sobre as perspectivas de diálogos e projetos com os governos federal e estadual”, complementa o coordenador geral do Núcleo de Educadores Populares do Sertão (Neps), Manoel Ireno, envolvido no processo preparatório do evento.

O último dia de encontro estadual (30) está dividido em três momentos: apresentação das contribuições para o Plano de Convivência com o Semiárido da ASA-PE; debate sobre a participação da Articulação na construção dos planos municipais de convivência e conferências regionais, estadual e nacional e, por fim, a formação de uma mesa que contará com a participação de representantes do governo estadual e sociedade civil. A ideia é discutir a relação, estado e sociedade, na perspectiva da ampliação e consolidação das políticas públicas de convivência com o Semiárido pernambucano.