Email Caatinga via RSS Caatinga no Twitter Caatinga no Facebook

caatinga-ong-hortas

30/10/2013

Sertão pernambucano é representado na IV Conferência Nacional do Meio Ambiente pelo secretário de Agricultura de Ouricuri

publicado por

Pela Ascom de Ouricuri

Paulo-Pedro-Blog-do-Bruno-Morais-02-1024x768

“Vamos cuidar do Brasil”  foi o lema da IV Conferência Nacional do Meio Ambiente (CNMA) realizada de 24 a 27 de outubro, em Brasília, com objetivo de elaborar propostas para implantação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). A quarta edição do evento teve quatro eixos temáticos: I – Produção e Consumo Sustentáveis; II – Redução dos Impactos Ambientais; III – Geração de Trabalho, Emprego e Renda; IV – Educação Ambiental.

Representantes de todas as regiões do país participaram do evento. O estado de Pernambuco contou com 50 delegados, destes, cinco representaram o Poder Público Municipal. Escolhido para representar todo o território do sertão pernambucano na conferência, o secretário de Agricultura do município de Ouricuri, Paulo Pedro de Carvalho, participou ativamente das atividades do evento.

O secretário fez uma avaliação positiva do evento, destacando a boa participação dos delegados, a metodologia participativa e democrática, a aprovação de propostas qualificadas em prol do meio ambiente.  “Como representante do Sertão de Pernambuco, procurei focar no campo da Agroecologia, da Agricultura Familiar, da Convivência com a Seca/Semiárido e Combate à Desertificação. Preparei e articulei, inclusive, a aprovação de uma Moção de Apoio a Aprovação da Política Nacional de Combate à Desertificação e Mitigação dos Efeitos da Seca, com apoio de delegados de Pernambuco. Para a qual conseguimos 172 assinaturas, quando o número mínimo seria 125 assinaturas,” disse Paulo Pedro.

Na cerimônia de encerramento, a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, recebeu o documento final, com   propostas elaboradas e votadas pelos 1.340 delegados de 27 Estados.  As prioridades foram votadas em quatro reuniões plenárias temáticas.  Ao todo, foram 160 sugestões, das quais 60 estão na versão final, que subsidiará o governo nas ações necessárias a tornar a PNRS uma realidade no país.