Email Caatinga via RSS Caatinga no Twitter Caatinga no Facebook

caatinga-ong-frutas

Matérias

4/09/2017

Avanildo Duque da Silva, coordenador de projetos da ActionAid é finalista do prêmio Claúdia 2017

publicado por

Avanildo Duque da Silva
É coordenador de projetos da ActionAid, ONG que trabalha por justiça social, igualdade de gênero e fim da pobreza

“Desde o início, nossa ideia era adotar uma abordagem que levasse em consideração os direitos das mulheres”, conta Silva, que logo foi chamado pelo Movimento da Mulher Trabalhadora Rural do Nordeste para um encontro em que discutiriam práticas sustentáveis e gênero.

Ali, pela primeira vez, teve a chance de não apenas ouvir mas também presenciar a mulher em seu ambiente, com todas as suas necessidades e vontades. “Foi como colocar óculos. Passei a ver melhor, enxergando o mundo pela ótica feminista”, afirma.

Entre as demandas, estava a divisão do trabalho doméstico com os maridos. As agricultoras queixavam-se de estar sobrecarregadas, uma vez que várias das tarefas pesadas do campo, como transporte de água para abastecer a casa e o cuidado de animais, eram realizadas por elas também.

O agrônomo acolheu tais reivindicações quando elaborava projetos de gestão ambiental. Também passou a assessorá-las na organização do trabalho e na discussão das práticas cotidianas.

O trabalho cresceu e apareceu. Assim, Silva começou a ser chamado para colaborar com outros grupos, como o Centro das Mulheres do Cabo e a Casa da Mulher do Nordeste.

Graças a sua experiência, em 2007 se tornou coordenador de projetos da ActionAid, ONG brasileira que faz parte de uma federação internacional e trabalha por justiça social, igualdade de gênero e o fim da pobreza.

Quatro anos depois, a convite da Secretaria da Mulher de Pernambuco, contribuiu na elaboração do primeiro Plano Estadual de Políticas Públicas para Mulheres Rurais.

No ano seguinte, o agrônomo participou, ainda, da criação da Secretaria da Mulher de Recife, colaborando para estruturar o Plano de Ação Estratégica para a Cidade, projeto inspirado na campanha Cidade Segura para as Mulheres, desenvolvida pela ActionAid.

“As desigualdades da cultura patriarcal em que vivemos foram construídas com muita violência”, avalia. Não à toa, ele diz que, em qualquer trabalho que realiza, faz questão de dirigir seu foco para a desigualdade de gênero.

https://claudia.abril.com.br/indicacoes/avanildo-duque-da-silva/


29/05/2017

Aula diferente na Escola Rural Ouricuri.

publicado por

Aconteceu na última sexta feira (26), na escola rural Ouricuri, localizada no sitio Lagoa do Urubu/ Ouricuri/ PE, uma aula diferente que reuniu o saber teórico e prático.

A Escola Rural Ouricuri, fundada pela ONG Caatinga e a comunidade do sitio Lagoa do urubu e sítios vizinhos, como uma proposta de educação contextualizada, para a convivência com o semiárido, trabalhando conteúdo a partir da realidade dos educandos e educandas. Hoje conta com mais de 400 alunos/as, de várias comunidades, atualmente a escola funciona nos horários de manhã e tarde com turmas de pré-escolar ao 9º ano.

Passados alguns anos de fundação, a escola foi assumida pelo município de Ouricuri, mas a proposta pedagógica de uma educação que considere o lugar, a cultura, os costumes e construa possibilidades de convivência com o semiárido, foi mantida.

A parceria com o Caatinga, através de formações com educadores/as, participação em eventos, distribuição de publicações institucionais, construção de cisterna, através do programa cisternas nas escolas, pela ASA/BR, financiado pelo governo federal, diversas atividades realizadas através do projeto criança e comunidade, que o Caatinga executa em parceria com ActionAid Brasil.

Nesta sexta feira (26), aconteceu mais um momento de construção de conhecimento com educandos/as, educadores/as, técnicos/as, com discussões sobre os direitos e deveres das crianças e adolescentes, utilizando o teatro de fantoche, a construção de hortas suspensas, construção de canteiros, coleta de sementes e produção de mudas. A ideia é reativar a horta da escola, e que os produtos sejam utilizados na alimentação escolar.

A equipe gestora da escola, os/as educandos/as, avaliaram como bastante proveitoso e afirmaram a necessidade de realizar outros momentos como esse. “ A gente espera contar com o Caatinga, para nos ajudar a continuar com essas práticas e discussões na escola”. Diz Ana Paula, gestora da escola.

 


31/03/2016

Implantação de sistemas de microirrigação estimula produção de alimentos saudáveis no Araripe Pernambucano

publicado por

A tecnologia simples ajuda as famílias agricultoras a manterem pomares e hortas

DSC_0144

O sistema é bem simples e eficaz: Uma caixa d’agua de cimento com cerca de quatro metros de altura, armazena a água canalizada – por meio de uma bomba – da cisterna ou de um barreiro e rega as plantas por meio de canos e mangueiras de gotejamento.

Clique para ler o texto completo »


23/03/2016

Resgate, troca e multiplicação de sementes marcam Feira de saberes e sabores

publicado por

DSC_0293

“A semente resgatada, novamente ver plantada”. O trecho de um dos versos do poeta Alan Sales evoca o sentimento de muitos dos agricultores e agricultoras que em espaços como o I Encontro Estadual de Sementes Crioulas reencontram espécies de sementes que há muito não viam. Foi assim, na feira de saberes e sabores que aconteceu no fim da tarde desta terça-feira, 22, que os participantes puderam trocar, multiplicar e resgatar sementes de milho, feijão, fava, guandu, gergelim e tantas outras que fazem parte da vida dos sertanejos e sertanejas.

Clique para ler o texto completo »


23/03/2016

Documentário traz reflexão sobre a importância das sementes crioulas e o papel das mulheres no desenvolvimento da agroecologia

publicado por

Por Gabriel Ramos – comunicador da Ong Chapada
DSC_0223

Diante um cenário de produção convencional, a agroecologia surge como uma alternativa de produção familiar que possibilita que agricultores e agricultoras respeitem o meio ambiente, gerem renda, valorizem o trabalho da mulher e possibilitem à juventude a permanecia dela no campo, tudo isso com uma produção diversificada de alimentos saudáveis e livres de agrotóxicos.

Clique para ler o texto completo »


Próxima Página »